PÁGINA INICIAL

BRASILEIRÃO - SÉRIE B
1986

 

A TABELA DO

CAMPEONATO

.

.

.

NÚMEROS DO

TORNEIO
36
PARTICIPANTES
143
JOGOS
297
GOLS
2,08
MÉDIA DE GOLS
POR PARTIDA
.
.
.
OS MELHORES

ATAQUE

INTERNACIONAL
16 GOLS

DEFESA

JUVENTUS
RIO NEGRO
TREZE
2 GOLS
.
.
.
OS PIORES

ATAQUE

UBERLÂNDIA
2 GOLS

DEFESA

MIXTO
21 GOLS
.
.
.
MAIOR
GOLEADA
28.09.1986
América Mixto
6 1
Independência
(Belo Horizonte/MG)
.
.
.

 

 

 

 

 

 

 

 

.
.
.
BRASILEIRÃO - SÉRIE B
.
 
OS MELHORES
.
CRICIÚMA INTERNACIONAL
Criciúma Esporte Clube Associação Atlética Internacional
Cidade: Criciúma (SC) Cidade: Limeira (SP)
Fundação: 13/05/1947 Fundação: 05/10/1913
Mascote: Tigre Mascote: Leão
Estádio: Heriberto Hulse Estádio: Major Jose Levy Sobrinho
Capacidade: 30.000 lugares Capacidade: 28.000 lugares
Site:  www.portaldotigre.com.br Site:  www.internacionaldelimeira.com.br
   
TREZE CENTRAL
Treze Futebol Clube Central Sport Club
Cidade: Campina Grande (PB) Cidade: Caruaru (PE)
Fundação: 07/19/1925 Fundação: 15/06/1919
Mascote: Galo Mascote: Patativa (Pássaro)
Estádio: Presidente Vargas Estádio: Luiz José de Lacerda
Capacidade: 12.000 lugares Capacidade: 25.000 lugares
Site:  www.trezefc.com.br Site:  www.centralsc.com.br
   

.


COLOCAÇÃO FINAL

PARTICIPANTES PG J V E D GP GC SG

  Criciúma (SC)

14 8 6 2 0 12 4  8

  Internacional (SP)

13 8 6 1 1 16 3 13

  Treze (PB)

12 8 5 2 1 8 2  6

  Central (PE)

11 8 5 1 2 11 6  5

  Juventus (SP)

12 8 4 4 0 8 2  6

  Americano (RJ)

11 8 5 1 2 11 6  5

  Maranhão (MA)

10 8 4 2 2 10 7  3

  Marcílio Dias (SC)

10 8 4 2 2 8 6  2

   Rio Negro (AM)

10 8 3 4 1 5 2  3

  10º Goytacaz (RJ)

9 8 4 1 3 12 11  1

  11º Moto Club (MA)

9 8 4 1 3 9 10 -1

  12º América (RN)

9 8 3 3 2 9 3  6

  13º Santo André (SP)

9 8 3 3 2 8 8  0

  14º Pinheiros (PR)

9 8 3 3 2 11 9  2

  15º Londrina (PR)

9 8 3 3 2 9 8  1

  16º Desportiva (ES)

8 8 3 2 3 9 7  2

  17º Anápolis (GO)

8 8 3 2 3 8 9 -1

  18º Guarany (CE)

8 8 3 2 3 8 9 -1

  19º CRB (AL)

8 8 3 2 3 6 7 -1

  20º Catuense (BA)

8 8 2 4 2 9 9  0

  21º Juventude (RS)

8 8 2 4 2 7 5  2

  22º Itumbiara (GO)

8 8 1 6 1 6 7 -1

  23º Taguatinga (DF)

7 8 3 1 4 14 12  2

  24º Avaí (SC)

7 8 3 1 4 5 6 -1

  25º Novo Hamburgo (RS)

7 8 3 1 4 8 11 -3

  26º América (MG)

7 8 2 3 3 10 9  1

  27º Ferroviário (CE)

6 8 1 4 3 7 8 -1

  28º Ubiratan (MS)

6 7 1 4 2 5 6 -1

  29º Fluminense (BA)

6 8 1 4 3 7 12 -5

  30º Brasil (RS)

4 8 1 2 5 8 13 -5

  31º Sport Belém (PA)

4 8 1 2 5 5 11 -6

  32º Confiança (SE)

4 8 1 2 5 5 14 -9

  33º Mixto (MT)

4 8 1 2 5 9 21 -12

  34º Cascavel (PR)

4 8 0 4 4 6 12 -6

  35º Ríver (PI)

4 8 0 4 4 6 15 -9

  36º Uberlândia (MG)

3 7 0 3 4 2 7 -5
. . . . . . . . .

PRINCIPAL ARTILHEIRO

Joãozinho (Taguatinga)
 

CURIOSIDADE

CAMPEONATO SEM CAMPEÃO
Em 1986, a CBF não previu final da série B. A competição recebeu o nome de
Torneio Paralelo. Inicialmente, o campeonato receberia os 22 melhores colocados
nos Estaduais que não estivessem participando da série A, então chamada de Copa Brasil,
além do Brasil de Pelotas (melhor colocado nos grupos C e D do Brasileiro anterior) e
Goytacaz, de Campos (RJ), vice-campeão da Taça de Prata de 1985. Houve, no entanto,
além do Brasil de Pelotas (melhor colocado nos grupos C e D do Brasileiro anterior) e
protestos do Campo Grande, que deveria ficar com a vaga do Rio de Janeiro, já que havia
feito melhor campanha no Carioca de 1986. A FERJ entendeu que o lugar era do Americano,
de acordo com o desempenho no Estadual do ano anterior. Para resolver a polêmica, a CBF
decidiu estender o número de participantes para mais 12 clubes: dois de São Paulo, dois de
Santa Catarina e dois do Paraná e um de Ceará, Rio Grande do Sul, Goiás, Maranhão,
Minas Gerais e Bahia. O Rio de Janeiro, que criou toda a polêmica, ficou sem a vaga extra.
Os campeões de cada grupo garantiram acesso à série A do Brasileiro do mesmo ano:
Central de Caruaru, Criciúma, Inter de Limeira e Treze de Campina Grande.
A melhor campanha entre eles foi a do clube catarinense, que em oito partidas
venceu seis e empatou duas. Na série A, Criciúma e Internacional, de Limeira,
conseguiram chegar até as oitavas de final. O Central de Caruaru foi rebaixado.
 

REGULAMENTO

FASE ÚNICA
Nesta Série B de 1986 estão 36 clubes participando.
As equipes foram divididas em 4 grupos de 9 clubes cada.
Jogam dentro dos grupos somente em ida.
Os campeões de cada chave se classificam para a 2ª fase da Série A de 1986.
FINAL
Não houve decisão do titulo. Na verdade os campeões de
cada grupo foram promovidos para a Série A no mesmo
ano e a Série B de 1986 encerrou-se após esta fase única.
CRITÉRIOS DE DESEMPATE
a) Maior número de vitórias; b) Maior saldo de gols; c) Maior numero de gols marcados;
d) Confronto direto (entre duas equipes); e) Sorteio

.


BRASILEIRÃO - SÉRIE A PÁGINA INICIAL BRASILEIRÃO - SÉRIE C
PRIMEIRA DIVISÃO PÁGINA INICIAL TERCEIRA DIVISÃO

Bola na Área © Copyright - Desde 2002