PÁGINA INICIAL

 

A TABELA DO CAMPEONATO

.
.
.
NÚMEROS DO
TORNEIO
26
PARTICIPANTES
352
JOGOS
731
GOLS
2,08
MÉDIA DE GOLS
6.191.982
TOTAL DE PÚBLICO
17.591
MÉDIA DE PÚBLICO

.

.
.
MAIOR
GOLEADA
15.11.1972
Flamengo Botafogo
0 6
Maracanã
(Rio de Janeiro/RJ)
05.11.1972
Náutico São Paulo
0 6
Arruda
(Recife/PE)

.

.
.

OS MELHORES

ATAQUE
SÃO PAULO
49 GOLS
DEFESA
GRÊMIO
VASCO
18 GOLS

.

.
.

OS PIORES

ATAQUE
VITÓRIA
13 GOLS
DEFESA
CRB
45 GOLS
.
.
.
PARTICIPANTES
POR ESTADO

RJ

SP MG

5

5 3
BA PE RS
2 2 2

AL

AM

CE

1

1

1

PA

PR

RN

SE

1

1

1

1

.

.
.
.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CAMPEONATO BRASILEIRO

.

CAMPEONATO BRASILEIRO

1972
O CAMPEÃO
PALMEIRAS
Sociedade Esportiva Palmeiras
Fundação: 26 de agosto de 1914
Rua Turiassu, 1840 - São Paulo (SP)
Estádio: Parque Antártica (29.650 lugares)
Site: www.palmeiras.com.br - Mascote: Periquito
.

COLOCAÇÃO FINAL

PARTICIPANTES PG J V E D GP GC SG

  Palmeiras (SP)

42 30 16 10 4 46 19 27

   Botafogo (RJ)

33 30 10 13 7 39 34 5

  Internacional (RS)

40 29 13 14 2 42 25 17

  Corinthians (SP)

36 29 12 12 5 31 26 5

  Coritiba (PR)

35 28 13 9 6 36 23 13

   Cruzeiro (MG)

35 28 12 11 5 40 25 15

  Vasco (RJ)

34 28 11 12 5 28 18 10

  Santos (SP)

33 28 12 9 7 34 22 12

   São Paulo (SP)

32 28 13 6 9 49 32 17

  10º Grêmio (RS)

31 28 11 9 8 24 18  6

  11º Atlético (MG)

30 28 11 8 9 35 29  6

  12º Ceará (CE)

30 28 8 14 6 28 27  1

  13º Flamengo (RJ)

29 28 10 9 9 25 27 -2

  14º Fluminense (RJ)

29 28 9 11 8 23 22  1

  15º América (RJ)

28 28 9 10 9 22 26 -4

  16º Santa Cruz (PE)

25 28 8 9 11 34 43 -9

  17º Remo (PA)

25 25 5 15 5 21 20 1

  18º Bahia (BA)

23 25 6 11 8 16 23 -7

  19º Náutico (PE)

22 25 7 8 10 30 34 -4

  20º Vitória (BA)

22 25 6 10 9 13 26 -13

  21º Nacional (AM)

18 25 4 10 11 23 31 -8

  22º América (MG)

18 25 3 12 10 18 28 -10

  23º Portuguesa (SP)

17 25 4 9 12 25 37 -12

  24º ABC (RN)

15 25 4 7 12 20 33 -13

  25º CRB (AL)

13 25 1 11 13 18 45 -27

  26º Sergipe (SE)

9 25 2 5 18 14 41 -27
. . . . . . . . .

PRINCIPAIS ARTILHEIROS

17 GOLS
Dario (Atlético-MG) e Pedro Rocha (São Paulo)
16 GOLS
Zé Roberto (Coritiba)
15 GOLS
Leivinha (Palmeiras)
14 GOLS
Campos (Nacional)
12 GOLS
Valdomiro (Internacional)
10 GOLS
Roberto (Remo)
9 GOLS
Jairzinho (Botafogo)
8 GOLS
Fischer (Botafogo), Rivelino (Corinthians), Roberto Batata (Cruzeiro),
Lula (Fluminense), Oberti (Grêmio) e Edu (Santos)
7 GOLS
Libânio (ABC), Da Costa (Ceará), Paulinho (Náutico), Enéas (Portuguesa),
Luciano (Santa Cruz), Nenê (Santos), Terto (São Paulo) e Silva Batuta (Vasco)
6 GOLS
Cândido (América-MG), Alex (América-RJ), Ferreti (Botafogo), Jorge Costa e
Samuel (Ceará), Edson Trombada (CRB), Dirceu Lopes e Lima (Cruzeiro),
Fio Maravilha (Flamengo), Laírton (Grêmio), Claudiomiro (Internacional),
Nei (Palmeiras), Basílio (Portuguesa), Betinho e Erb (Santa Cruz)
5 GOLS
Alberi (ABC), Lance (Corinthians), Zé Carlos (Cruzeiro), Caio Cambalhota (Flamengo),
Borges (Náutico), Dicá (Portuguesa), Ramón (Santa Cruz) e Pelé (Santos)
   

CURIOSIDADES

O PRIMEIRO TÍTULO DA ACADEMIA
A FESTA ALVIVERDE
Foi a primeira final entre clubes de São Paulo e Rio de Janeiro.
E uma partida muito disputada, que acabou em 0x0. Prevaleceu a melhor
campanha do Verdão, que assim conquistava o seu primeiro título nacional.
A ESTREIA DO VOVÔ
O meia Toninho Cerezo, craque do Atlético-MG, fez sua estreia
no Brasileirão nesta edição. Por anos e anos foi destaque do Galo e
depois ainda teve fôlego para jogar mais algumas partidas até 1996.
GOL 1.000 DO BRASILEIRÃO
Coube a Clodoaldo, do Santos, a honra de fazer o gol 1.000 da história.
Foi na partida contra o Corinthians, no Morumbi, em 25/11, vitória por 4x0.
A SELEÇÃO DO CAMPEONATO

Leão (Palmeiras), Aranha (Remo), Figueroa (Internacional), Beto Bacamarte (Grêmio) e

Marinho Chagas (Botafogo); Piazza (Cruzeiro) e Ademir da Guia (Palmeiras);

Osni (Vitória), Alberi (ABC), Zé Roberto (Coritiba) e Paulo César Caju (Flamengo)

OS CAMPEÕES

Em pé: Eurico, Leão, Luís Pereira, Alfredo Mostarda, Dudu e Zeca;

Agachados: Ronaldo, Leivinha, Madurga, Ademir da Guia e Nei.

.

REGULAMENTO

PRIMEIRA FASE
Em 1972 o Brasileirão contou com a presença de 26 equipes, divididos em
quatro chaves. Os grupos A e C contavam com seis times, enquanto que o
B e o D tinham sete. Jogos entre todos, independente da chave, em
turno único. Classificaram-se os quatro primeiros de cada chave.
SEGUNDA FASE
Os clubes foram separados em 4 grupos de 4 equipes cada.
Jogos só em ida, dentro das próprias chaves.
Os campeões de cada grupo se classificaram para a semi final.
SEMI FINAL
Em jogos só de ida, os os vencedores vão à grande final.
FINAL
Disputa em só uma partida, joga pelo empate quem
obteve a melhor campanha durante o campeonato.
CRITÉRIOS DE DESEMPATE
1- "gol average" (divisão dos gols marcados pelos gols sofridos);
2- Maior nº de vitórias; 3-melhor saldo de gols;
4- maior nº de gols pró; 5- menor nº de gols contra;
6- confronto direto; 7- sorteio
REBAIXAMENTO
Não houve rebaixamento nesta edição.
   

BRASILEIRÃO - SÉRIE B PÁGINA INICIAL BRASILEIRÃO - SÉRIE C
SEGUNDA DIVISÃO PÁGINA INICIAL TERCEIRA DIVISÃO

Bola na Área © Copyright - Desde 2002